Inteligência emocional. Quem tem surfa no sucesso!

Inteligência emocional. Quem tem surfa no sucesso!

O que você vai captar ao ler esse artigo:

  • Como suas emoções estão ligadas ao seu comportamento.
  • Identificar sentimentos e como educá-los.
  • Descobrir os 8 passos para a lapidação de seus sentimentos.

Você já parou pra pensar no por que de não ter sido chamado para ser o novo diretor, gerente ou coordenadora da sua empresa, se você tinha praticamente todas as habilidades para estar lá? De repente, você vê que escolheram alguém tecnicamente menos preparado, com menos metas batidas que você ou com menos tempo na empresa. O que será que essa pessoa tem que você não tem?

Estudos comprovam que apenas 13% das demissões são causadas por questões técnicas, enquanto a maioria dos desligamentos de um colaborador ocorre por comportamentos inadequados.

Essa é uma realidade no mercado de trabalho. Pessoas com múltiplas capacidades técnicas e pouquíssima inteligência emocional. Aí, a pessoa é pavio curto, não sabe trabalhar em grupo, não tem flexibilidade, ou seja, uma bomba relógio.

Inteligência emocional é saber lidar com as próprias emoções e tirar proveito delas.  É uma característica que destaca o profissional no mercado de trabalho. São habilidades como carisma, empatia, saber ouvir, não se manifestar e nem se envolver em situações onde os nervos estão a flor da pele, saber encerrar uma discussão sem ofender, cuidar das suas emoções e controlar o caos emocional ao redor.

Uma pessoa emocionalmente madura, educada, é um comunicador autoconfiante, um líder, um solucionador de conflitos, um agregador.

Muitas vezes, numa discussão acalorada você não vai conseguir dar a resposta ideal para aquela situação, mas a grande sacada nesse momento não é resolver o conflito e sim, encerrar o assunto. Colocar as pessoas num lugar onde a paz e o bom senso voltem a compor o ambiente. O assunto em questão, pode ser retomado dias depois. Isso vale para um relacionamento familiar, de casal e entre colegas de trabalho.

Ah… mas tem situações em que respostas devem ser dadas com urgência. Claro que tem! Para isso você tem um porta-voz na sua empresa preparado para essas situações. Gestão de crise, conflitos e redução de danos é uma outra história.

Então, já que estamos falando sobre inteligência emocional, observe como você reage aos fatos a sua volta. Autoconhecimento é a chave para o sucesso. Li recentemente uma frase que dizia assim: “a resposta brilhante vem 5 minutos depois da estúpida.” Não é preciso muito tempo para você refrescar a cabeça e raciocinar, não é verdade?

Uma dica para o aprimoramengto pessoal é pedir para uma pessoa de confiança e bom amigo, falar o que pensa sobre você. Peça para essa pessoa descrever suas atitudes, comportamentos, pontos bons e pontos de melhoria.

8 passos para trabalhar o controle das emoções.

1- No momento do caos emocional, respire. Não dê nenhuma palavra, a não ser: “preciso pensar sobre isso”. Essa resposta vale inclusive para o seu chefe, se ele lhe fizer uma proposta que pode mudar a sua vida e da sua família. Vale também para a discussão com seu parceiro ou parceira que pode acabar mal. Páre enquanto há tempo! Identifique o que você está sentindo.

2- Se você conseguir olhar esse sentimento, poderá saber se é raiva, mágoa, ódio, desprezo, inveja, excitação, adrenalina a mil. Qualquer emoção fora do equilíbrio prejudica suas decisões.

3- Observe como esse sentimento faz você reagir. Você fica intempestivo, irado, mal educado, arrogante, falso, violento? Preste atenção, pois o que você sente reflete em como você se comporta.

4- Baixe a intensidade da emoção negativa. Escolha algo rápido. Enfatizo que respirar pode ser muito eficiente. É a atitude mais simples e poucos fazem com sabedoria.

Será que nesse passo você consegue descobrir que vantagens está recebendo por mudar o rumo da emoção? Eu já vivi para dizer : Graças a Deus, não falei nada naquela hora”.

5- Agradeça por seu cérebro responder à sua percepção de mudança e enviar sinais que lhe mostram que você está no caminho certo. Comemore quando você for mais inteligente que sua emoção.  

6- Agradeça por enxergar e sentir essas emoções de um outro ângulo e reconhecer que você está tendo a chance de identificar e educar esses sentimentos.

7- Passe a querer sentir emoções positivas. Pergunte-se: o que quero positivamente sentir numa situação de conflito? Só de você pensar em não dizer nada que irá magoar o outro já é uma grande vitória.

8- Aprecie as vantagens que você terá emocionalmente e o reflexo no seu comportamento. Agora, imagine como as pessoas irão perceber seu novo jeito de agir.  

Esse é um exercício diário que lhe trará novas oportunidades e grandes alegrias.

Grande abraço!

Fechar Menu